quarta-feira, 19 de março de 2008

Grandes Mulheres: Nydia Bonetti conta Lena Gal

Lena Gal

Nas minhas andanças pela internet, em busca de imagens para ilustrar meus “poeminhas” (postados no http://www.overmundo.com.br/perfis/nydia-bonetti), como costumo chamar os poemas que escrevo, quase sempre ligados à terra e à natureza, me deparei com uma tela que me impressionou. Primeiro pelas cores e pelo tom de terra, que já fascinam ao primeiro olhar. Depois pela suavidade e força das expressões e finalmente pela beleza dos títulos poéticos dados a eles. A tela se chamava: “Terra de Brisa Perfumada”, da artista plástica Lena Gal. Fique fascinada por esta pintura. Fui procurar mais informações sobre a artista e sua obra e encontrei o seu site. Minha admiração por seu trabalho só aumentou desde lá. O trabalho dela é incrivelmente belo, lírico e poético. "Pinta a mulher como tema de preferência, mas não de uma forma feminista, mas sim porque o feminino faz parte do seu universo, dela mesma."


"Terra de Brisa Perfumada"


"Mulher, mãe, amiga, a bordadeira, mulher de xales negros, de véus, mulher á janela, sentada à porta, conta-se contos, histórias, e sonhos, olha-se o mar, o horizonte, e espera-se, são as mulheres Terra - Mãe."

"Canto da Manhã"

E como a vida é movimento, qual não foi minha surpresa, quando recebo em e-mail de Lena, dizendo que uma amiga dela, nas suas andanças pela internet, encontrou meu poema “A Ilha”, e mostrou a ela. Lena disse ter ficado muito sensibilizada ao ler o poema, ilustrado por sua tela, pois “a ilha na sua alma universaliza-se na linguagem pictórica, estabelecendo um diálogo intimista, num figurativo poético, pessoal e de grandes alegorias”. Segundo ela mesma a pintura que faz é uma pintura consciente, vem da sua vivência e das suas memórias com forte ligação à terra, à ilha onde nasceu, E no caminho da sua imaginação de mistérios, da procura, e entre saudades e nostalgias inexplicáveis, cria-se nela uma inquietação que deságua na tela branca e nas cores terra.

Biografia (retirada de seu site): Helena Maria Galvão Amaral, artista plástica (Pintora) com o nome artístico de LENA GAL, nasceu em 1957 em São Miguel, Açores. Desde sempre ligada às artes: iniciou-se a partir dos 15 anos de idade com a colaboração em Jornais dos Açores com poesia, contos e temas regionais; em 1990/1 colaborou no Jornal de Sintra, na Página Feminina; freqüentou a Cooperativa de Gravadores Portugueses, a Sociedade Nacional de Belas Artes e a Arco. Considera-se, no entanto, autodidata. Além de utilizar a tela e o papel, dedica-se igualmente ao estudo das técnicas tradicionais de gravura em couro, dando assim início à pintura sobre o couro, com uma filosofia plástica e pictórica própria. Tenta evoluir através de pesquisas, e, nomeadamente introdução de novos processos. Participou em inúmeras atividades pedagógicas das quais refere: animação em expressão plástica, em escolas do ciclo preparatório básico e ateliês de tempos livres. Foi monitora no programa "Artes e Ofícios" do Projeto Sócio-Educativo do Departamento de Educação da Câmara Municipal de Lisboa. Foi convidada para apoiar ações pedagógicas sobre a Arte e o Couro no Liceu "Durfee" na Bishop Conrelly High School e na Universidade of South Carolina, Spartanburg - EUA.

Site de Lena Gal: http://www.lena-gal.com/
Estes poemas fiz inspirada pelas telas de Lena, que ilustram as postagens: http://www.overmundo.com.br/banco/na-terra-da-brisa-perfumada e http://www.overmundo.com.br/banco/ilha
* * *
Na Terra da Brisa Perfumada
(Nydia Bonetti)

Na terra
Da brisa perfumada
Há sóis vermelhos
Luas prateadas
E dunas
De areias douradas...
Os bichos são mansos
Os pássaros tantos
Gaiolas não há...
A brisa
Traz perfumes
De terras distantes...
(Rosais em flores)
Que se unem
Aos perfumes da terra...
(Alecrins dourados)
Terra de brisa
Leve
Terra de pássaros
Brancos
Cantos e voares
Multicores
Terra de tantos amores...
Quero ir para lá
Quem me levará

Nydia Bonetti
Campinas/SP. Engenheira Civil por profissão escrevo poemas como uma forma de amenizar a dureza do concreto e do aço e a exatidão dos traços e das fórmulas com que convivo diariamente, com o lirismo e a doçura das palavras perseguidos pelos os poetas...
nydiabonetti@bol.com.br
http://www.overmundo.com.br/perfis/nydia-bonetti

10 comentários:

Letícia Möller disse...

Nydia,

é muito bem-vinda esta tua nova homenagem. Te agradeço porque assim conheci o trabalho maravilhoso de Lena Gal, que me tocou intensamente com sua beleza e força expressiva.

É poesia pintada, em tons de terra, em vermelhos e azuis, celebrando o “ser mulher” de modo lindo e verdadeiro.

Por isso, tem tudo a ver trazer a obra de Lena para o nosso “Grandes Mulheres”. Seus quadros me parecem uma homenagem ao feminino, a todas nós, e transbordam sentimentos, afeto e busca por cumplicidade – como explica a própria artista em seu site:

“Pretendo despertar emoções e uma partilha de cumplicidades e afinidades, onde a luz e a cor se transfiguram nas deusas dentro de cada mulher que se vão descobrindo, onde busco no mais infinito do meu método de trabalho as expressões do meu estado de espírito, e onde a verdade pelos tons que os poetas exaltam a liberdade se quer assumir”.

Um beijo,
Letícia.

Letícia Möller disse...

Acrescentei uma das poesias da Nydia inspiradas na obra de Lena Gal: "Na Terra da Brisa Perfumada", linda...

nydia bonetti disse...

Letícia

Já enviei o Link para Lena.
Tenho certeza que ela vai gostar.
Uma singela homenagem das mulheres brasileiras, àquela que tão bem retrata o universo feminino!
Mais uma vez agradeço por este espaço tão especial.
beijos
Nydia

pilar bamba disse...

Me ha gustado mucho encontrar las pinturas de mi gran amiga Lena Gal, junto a su poesia, en un entorno como es el de la mujer.

Le felicito por su obra y por haber elegido esas maravillosas pinturas de Lena.

Un saludo desde Barcelona.

Pilar Bamba
http://bambarostrospinturasypalabras.blogspirit.com/

nydia bonetti disse...

Pilar

Fico feliz que tenha gostado!
A pintura de Lena é mesmo muito especial. Toca bem dentro de mim, que sou muito ligada à terra e à vida simples do campo.
Fui também conhecer teu blog.
Magnífico teu trabalho!
Duas grandes artistas que tive o privilégio de conhecer e faço questão de apresentar e divulgar por estas terras brasileiras. Portugal, Espanha, Brasil... Fortes são os laços de afetos e afinidades que nos unem... Que não se desfaçam!

Grande abraço!

Nydia

Saramar disse...

Nydia, Letícia, como é encantador desfrutar de "presença" de mulheres tão especiais, unidas aqui neste belíssimo post: Lena, Nydia, Letícia e a extrema sensibilidade e talento de todas!
As telas de Lena são realmente belíssimas, com um olhar de ternura e leveza sobre as mulheres.
Obrigada.

beijos a todas vocês

CONEXÃO POESIA disse...

Que beleza de descoberta Nydia! simplesmente belas as pinturas, tudo a ver com a beleza e a natureza, suaves como teus poemas, maravilha amiga!Poebeijos.

Letícia Möller disse...

Queridas,
nesta sexta-feira especial, recebi algumas mensagens lindas que me tocaram muito.

Lena Gal enviou-me duas mensagens, que ela gostaria de ter incluído aqui no blog mas não conseguiu. Por isso, copio ambas abaixo:

"Bom dia Leticia, não podia de deixar de lhe escrever, quero agradecer do coraçaõ ter colocado no seu blog o que escreveu Nydia, e que lindas foran também sua palavras, estou emocionada e fiquei até ás lagrimas, tentei deixar um comentario mas confesso que eu não consigo pois pede uma senha, são tantas as coisas que poderia dizer-lhe, sentir este carinho me emociona, foi bom ter conhecimento da Nydia através de uma amiga, eu não sou muito de navegar pela internet mas vou colocar seu blog nos favoritos afim de a visitar a ler o que tão bem escreve, também as vezes organize exposições de intervenção, social a ultima foi A arte pela Paz, exposição coletiva com varios pintores internacionas incluindo dois brasileiros, quero ainda fazer pelo menos mais três, uma sobra a Terra, sobre os animais,e sobra as mulheres coragem e esquecidas, bom envio um abraço colorido lena gal."

E a outra mensagem traz uma maravilhosa notícia:

"Leticia me desculpe voltar de novo a escrever mas acabei por esquecer de dizer que gostaria de oferecer uma serigrafia de um quadro meu cujo original está num museo de crianças nos EUA, á CAUSA da Odele e Flavia, poderá fazer o que queira leiloar, rifar etc o titulo é Fantasia poderá ver no meu site na galerias do arquivo 2000, este quadro gosto muito pois a modelo é a minha filha, quando criança. espero que não se importe um abraço."

Lena,
não tenho palavras para expressar a emoção que me causam tuas mensagens, a gentileza das tuas palavras para comigo, e sobretudo a tua imensa generosidade e sensibilidade, ao decidir fazer esta doação à Odele e à Flávia. Que ser humano maravilhoso tu és!
Vamos imediatamente comunicar a Odele e a Saramar.

Um beijo muito emocionado, de quem terá um final de semana iluminado a partir de agora,

Letícia.

Odele Souza disse...

Leticia,

Peço desculpas por não ter comentado antes este post maravilhoso, eu demoro um pouco mas chego. Por favor, não pense que é por falta de vontade de estar aqui, mas estou praticamente sem ajuda para cuidar de Flavia, e tenho que me desdobrar para "dar conta do recado." Mas darei. Estou aqui pra isso.

Leticia, Nydia, Saramar, Lena Gal,
Sinto-me realmente privileagiada pelo contato, mesmo que virtual, com mulheres tão especiais, tão sensíveis, tão amigas.

Letícia, ao descobrir Lena Gal, você nos dá um presente. Que lindo o trabalho dela. Me tocou, me toca profundamente, o gesto dela de doar o quadro "Fantasia" para a causa de Flavia, embora, eu não possa aceitar, pois no meu caso, este é um assunto delicado - aceitar doações. Tentarei me comunicar com voces por e-mail e explicar minha posição. Deus queira que vocês entendam e não me julguem indelicada por não poder aceitar este presente maravilhoso.Que pena...

Nydia é muito bom saber que em meio ao concreto, existe você,que com sua sensibilidade arranca poesia de lá.

Saramar, você me é muito querida.

Vou agora conhecer os espaços que Leticia nos apresenta e claro, vou "conversar" com Lena Gal.

Um beijo meu e de Flavia pra vocês.

Bom domingo de Páscoa.

Letícia Möller disse...

Reproduzo aqui a mensagem que enviei a Odele por e-mail:

Querida Odele,

quero, em primeiro lugar, desejar ainda que com um dia de atraso um período de Páscoa feliz e sereno para ti e tua menina linda.

Em segundo lugar, quero dizer-te que compreendo perfeitamente a tua decisão de não aceitar doações, e admiro tua postura. Como advogada que sou, devo dizer que o seu advogado lhe orientou de modo acertado e responsável, quando recomendou que não aceitasse doações, especialmente em virtude do processo, assim como as demais orientações que você referiu na mensagem enviada por e-mail.

Tenho certeza que todos podem compreender muito bem a sua posição! Não se preocupe de modo algum, você está certa.

Um abraço carinhoso da Letícia.